Campo Formoso: Elmar retira processo e Eurico voltará a ser prefeito

        A cidade de Campo Formoso escreve mais um capítulo surpreendente em sua história política recente. Depois da briga sem precedentes para a escolha do presidente da Câmara, que Leia Mais >>

PRF Capim Grosso apreende motocicleta com número do chassi e motor “pinados”‏

          Fazendo parte da Operação RODOVIDA, agentes da PRF de Capim Grosso abordaram hoje às 17:20h no KM 357 da BR 324, o caminhão baú de placa DVS Leia Mais >>

Campus da Univasf em Senhor do Bonfim terá dois novos cursos de graduação

          O campus da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) em Senhor do Bonfim, no norte da Bahia, terá dois novos cursos de graduação: Licenciatura em Geografia e Bacharelado Leia Mais >>

Jacobina: Acusado de atentado a bomba é liberado pela justiça

         -Acusado de ser o autor intelectual e executor do atentado realizado com uma bomba de fabricação caseira no restaurante CUSCUZ.COM RECHEIO, em agosto de 2013, Anderson de Oliveira Leia Mais >>

Itiúba: Poeta e professor Gilberto Pires é premiado em Concurso Nacional

O Professor e Poeta itiubense Gilberto Alves Reis, formado pela UNEB em matemática, participou do Concurso Nacional de Novos Poetas 2014, promovido pela Editora Vivara.           O Concurso Leia Mais >>

 

Caldeirão Grande: Município comemora cinquentenário

Cidade comemora hoje 50 anos de História

Nesta quarta-feira, dia 25 de abril, o município de Caldeirão Grande, situado no Centro Norte baiano, à 333 quilômetros de Salvador, comemora seus 50 anos de emancipação política. O município é bastante “rural” pois cerca de 55% de sua população reside na zona rural, que é formada por diversas fazendas, povoados, e um distrito.
HISTÓRIA- As terras de Caldeirão Grande pertenciam ao vizinho município de Saúde e eram da propriedade particular do Coronel Porfírio Ferreira denominada Fazenda Boqueirão. Esta fazenda foi comprada por outras famílias que passaram a residir. As famílias foram crescendo e criou-se o povoado, que devido à existência de caldeirões de pedras, conhecido como Lage onde se juntam águas das chuvas, e passou a ser chamado de Caldeirão Grande.
Em 30 de Dezembro de 1953 o próspero povoado passou a condição de Vila. Ficando conhecido como Vila Itaguaçu, por algum tempo, adquirindo mais tarde a denominação antiga e definida de Caldeirão Grande. No ano de 1961 começaram as lutas no ideal de emancipação política, vindo a se concretizar com a realização de um plebiscito unânime a favor da emancipação. Principais povoados: Água Branca, Alto Bonito, Baraúnas, Bela Vista (Várzea Suja), Boqueirão (onde começou-se a história do município, hoje é um dos mais desenvolvidos povoados do município), Patos, Quilômetro Trinta, Riachão e Vila Cardoso.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: